Arquivo da categoria: Uncategorized

Sonhando e Despertando

Q.: “Então, para ganhar esta “compreensão”; Para sair do ‘sonho’ – o que você tem que fazer? Será que não há um processo, uma prática, uma purificação uma aprendizagem a ser feita? Você não tem que passar por experiências despertadoras, uma exposição aos mestres, aos ensinamentos, e assim por diante, para poder despertar? “

800px-Lotus_Nelumbo_nucifera_Flower_Large_3264px

R.: O “Despertar” e a analogia do sonho é realmente interessante: Vamos dizer que você está sonhando um sonho. Dentro do sonho, o personagem principal, “você”, tem este sentimento mesquinho que algo não está certo; Não está bem completo; Não está bem do jeito que poderia ou deveria ser. Assim, o ‘personagem do sonho’ começa a buscar a verdade; buscando conhecer a o seu SER verdadeiro. E, dentro do sonho, você encontra muitos outros ‘personagens de sonho’, e alguns deles acabam dizer que “Sim, há uma verdade maior”, e que eles acordaram para isso, e que podem ajudar o seu personagem de sonho para acordar também. É preciso apenas seguir a suas instruções; seguir o caminho traçado por eles, seus ensinamentos e suas práticas. Junte-se ao clube, à sanga, à trilha do satsang! Não é exactamente isso o que todos os ‘gurus’ lhe dizem?

Olha só a loucura nisso! Pode um personagem de um sonho acordar, de forma alguma? E há alguma coisa, que um outro personagem de sonho pode fazer para ajudar a despertar o seu personagem de sonho? TODOS são apenas os personagens de um sonho! Que relevância eles tem, realmente?

Espere. Volte! Será que não estamos esquecendo de alguma coisa? Quem é você de novo?

Então, o que está realmente acontecendo aqui? Parece há um personagem de sonho aqui – ‘eu’ – falando com um outro personagem de sonho – ‘você’. Mas… ouça a mensagem: VOCÊ é o SONHADOR! E você está acordado – apesar do sonho que aparentemente está passando! Então, o que realmente está acontecendo, é que o SONHADOR está falando com o SONHADOR. E o SONHADOR não está dormindo em hipótese nenhuma.

Tudo que há aqui, é que ‘EU SOU’ está falando consigo mesmo. Porque o ‘EU SOU’ que eu sou, é o mesmo ‘EU SOU’ que você é. E ‘EU SOU’ nunca esteve dormindo. É aquela Presença que sempre está aqui. Você, em momento algum, pode negar este senso de presença, este sentido da própria existência, aquela sensação de ‘EU SOU’?

Então aqui somos “NÓS” – ALTAMENTE DESPERTADOS. O que há para dizer? Houve alguma coisa que o ‘seu’ personagem de sonho tinha que fazer, ou poderia fazer, para que VOCÊ, o SONHADOR acordasse? E que tal a utilidade de todos aqueles gurus e tudo que aconselharam – para que o seu personagem de sonho pudesse se tornar igual o personagem de sonho deles?

Para ficar na nossa analogia – qualquer personagem de sonho ‘tipo guru’, referindo a você como um outro personagem de sonho (em vez de apontando ao SONHADOR), e insistindo que ele pode lhe dar alguma coisa para acordar – aquele “guru” está sonhando mesmo!

Mas o mundo continua girando. Enquanto nos expressamos através destes organismos-corpo-mente, o sonho vai continuar. Não há nenhum problema com isso. Basta se reconhecer como AQUILO.

Nas palavras de Nisargadatta Maharaj: “Não há necessidade para uma saída. Você não vê que a saída também faz parte do sonho? Tudo que tem que fazer é enxergar o sonho como um sonho… Qualquer lugar que ele te leva ainda será um sonho. A própria idéia para ir alem do sonho é ilusória. Porque ir para lugar algum? Simplesmente realize que você está sonhando um sonho que você chama ‘o mundo’, e pare de procurar saídas. O sonho não é o seu problema. O problema é que você gosta de uma parte de seu sonho e não da outra. Ame tudo ou nada disso, e pare de reclamar. Quando você ver o sonho como um sonho, você tem feito tudo que é preciso fazer.”

Saindo da analogia: Você já é AQUILO, esta Consciência, esta Presença. Nada para se tornar, nada para acordar ou despertar. A ‘pessoa’ que você pensa que é, é apenas uma história; Um personagem de sonho. A ‘pessoa’ / a ‘eu-historia’ pode nunca chegar ‘lá’. Simplesmente, não pode acontecer, porque a ‘pessoa’ não é nada mais que uma aparência transitória dentro DAQUILO; dentro da Presença – um personagem de sonho, dentro de um sonho do SONHADOR. Não há nada que o ‘eu’ possa fazer. Basta deixá-lo ser, e se lembrar que você é AQUILO. Tudo o que é necessário é uma mudança de perspectiva, uma mudança de atitude!

Você vai descobrir que a vida continua sem muito esforço – imperturbável pela identificação com um personagem efêmero. A história pessoal – o sonho – continua, mas sem o ferrão, sem a carga que tem causado tanto sofrimento.